CrossFit para “Runners” – O treinador explica (parte 2)

0
272

Continuamos neste artigo a abordar o assunto de CrossFit como um aliado (ou não) na performance para a corrida, e para isso temos a visão e explicação do treinador Luís Rolo…

“Então para quem, ou que tipo de atleta de endurance, poderá ser benéfico o CrossFit?

Para amadores com pouco tempo para treinar a modalidade principal e, acima de tudo, para atletas “master” e/ou atletas com lesões recorrentes ou dificuldade de recuperação, que os possa obrigar a reduzir o volume de corrida, bicicleta ou natação, no caso dos triatletas.

Sendo os desportos mono-estruturais, desportos lineares de repetição constante dos mesmos padrões de movimento, os desequilíbrios musculares e as lesões por repetição e/ou (no caso dos corredores) por impactos constantes nas articulações dos membros inferiores, são frequentes.

E o CrossFit pode ser importante?

É aqui que o CrossFit pode ajudar, ao permitir uma redução do volume no treino específico sem grande perda de rendimento no desporto principal.

Vão conseguir trabalhar todas as capacidades já descritas anteriormente e vão também aumentar a sua resiliência para enfrentar alguns momentos complicados em prova (como, por exemplo, uma subidinha após 30Km de corrida ou a necessidade de “sprintar” na recta final).

O maior culpado pelo aparecimento de lesões é o volume de treino e não a sua intensidade. Conseguindo o CrossFit bons resultados com treinos intensos e de curta duração, sendo uma boa opção para quem se enquadre num dos casos referidos anteriormente.

Resumindo que “runners” podem usar o CrossFit como treino?

Para concluir, se és um amador com pouco tempo para treinar, alguém com um histórico de lesões recorrentes ou um “master” que já não recupera tão facilmente dos treinos, dá uma oportunidade ao CrossFit. Quem sabe, vais ficar surpreendido com a tua evolução no teu desporto de eleição.

Se, por outro lado, és alguém com capacidade para chegar aos Mundiais ou aos Jogos Olímpicos, procura outras opções durante a época competitiva e usa o CrossFit como “Cross Training” fora de competição.

O que é o “Cross Training”?

-“Cross Training” é a prática de um desporto diferente da nossa modalidade principal, de forma a corrigir desequilíbrios causados por essa mesma modalidade. Pretende-se reforçar músculos fundamentais para o desporto principal e minimizar o destreino causado por uma paragem total no caso de lesões. Devido ao facto de o CrossFit ser uma modalidade e, ao mesmo tempo, uma marca registada, muitos ginásios (impedidos de usar o nome CrossFit) foram obrigados a arranjar uma designação para os treinos “tipo” CrossFit.

O termo mais escolhido foi “Cross Training”, mas foi uma escolha infeliz, porque por exemplo para um ciclista, correr é “Cross Training”…”

Luís Rolo,

  • Treinador Nível 1 da Federação Portuguesa de Atletismo
  • Treinador Nível 1 da Federação de Halterofilismo de Portugal
  • Treinador Nível 2 de CrossFit

Agradecemos a colaboração do Luís ao partilhar a sua experiência e conhecimento. E não se esqueçam que esta semana o nosso parceiro CrossFit Guarda está com promoção de São Valentim:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here