Interromper o Treino: Desespero de Parar e a Perda de Forma

0
2078
sapatilhas atadas

Para quem gosta de correr, para quem corre com determinado objetivo, para quem conhece a luta que é retirar meros segundos a um recorde pessoal a paragem forçada (quer por lesão, quer por outro problema de saúde) é sempre um momento de tensão e desespero onde se receia que todo o trabalho feito até ali estará perdido.

Mas, até que ponto será assim?

O que significa parar alguns dias? E se forem algumas semanas?

runner cansada

Como ‘runner’ eu próprio sofro desta paranóia e deste medo de perder a forma

Uma dos momentos mais difíceis é aceitar o facto de ter que parar/interromper os treinos o resultado é a pressa constante em voltar o faz com que muitas vezes todo o processo de recuperação fique comprometido e o tempo de paragem seja ainda maior. Como ‘runner’ eu próprio sofro desta paranóia e deste medo de perder a forma que durante semanas e semanas tardou em ser conquistada, de perder tempo precioso de treino, de sentir que o objetivo fica comprometido…

Mas como em tudo na vida o “tem que ser tem muita força” e rapidamente somos vencidos pela evidência e não há nada a fazer senão trabalhar para que no regresso estejamos mais fortes.

O que devemos ter em conta?

Na prática quando olhamos para os efeitos de interromper por algum tempo o treino de corrida deveremos analisar a situação tendo em conta duas perspectivas:
(1) influência sobre variáveis como capacidade aeróbia, capacidade anaeróbia e VO2máx;
(2) influência sobre a capacidade muscular e coordenação neuromuscular.

nos primeiros 10 dias de paragem a redução da condição física, em atletas treinados, é residual

Fazendo uso do VO2máx como ferramenta de medição da condição física e atendendo a estudos realizados é indicado que nos primeiros 10 dias de paragem a redução da condição física, em atletas treinados, é residual. No entanto se estiver em causa uma pessoa iniciada com poucos meses de treino a redução sua condição física será feita a uma maior velocidade.

Após duas semanas de paragem a redução do VO2máx será de 6%, sendo que um valor desta ordem poderá ser recuperado com uma ou duas semanas de treino efetivo.

Após 9 semanas de paragem a redução de VO2máx será de 19% e 25,7% após 11 semanas.

Relativamente à capacidade muscular e coordenação neuromuscular os estudos não são ainda tão aprofundados referindo que o período crítico de maior redução ocorre entre os 10 e os 28 dias sendo que antes e depois deste intervalo a redução não é grave ou tão pronunciada.

Na prática isto significa que para alguém cuja condição física permita correr 5km em 20min e sendo o seu VO2máx estimado de sensivelmente 49,81 ml/kg/min o efeito prático seria:

Dias de paragemRedução de VO2máxTempo aos 5k
1-10 diasresidual20:10
10-14 dias6%21:05
até 63 dias19%24:00
> 63 dias25,7%25:30

Quando tiveres que parar, talvez o melhor mesmo seja… Parar!


Bibliografia
Costill, D. L.; Fink, W. J.; Hargreaves, M.; King, D. S.; Thomas, R.; Fielding, R.; Metabolic characteristics of skeletal muscle during detraining from competitive swimming; Medicine & Science in Sports & Exercise: June 1985

E. F. Coyle, M. K. Hemmert, A. R. Coggan; Effects of detraining on cardiovascular responses to exercise: role of blood volume; Journal of Applied Physiology Published 1 January 1986 Vol. 60 no. 1, 95-99

Nichols, Jeanne F.; Robinson, Dustin; Douglass, David; Anthony, Jeff; Retraining of a competitive master athlete following traumatic injury: a case study; Medicine & Science in Sports & Exercise: June 2000 – Volume 32 – Issue 6 – pp 1037-1042

K. Madsen, P. K. Pedersen, M. S. Djurhuus, N. A. Klitgaard; Effects of detraining on endurance capacity and metabolic changes during prolonged exhaustive exercise; Journal of Applied Physiology Published 1 October 1993 Vol. 75 no. 4, 1444-1451

Ready, A. Elizabeth; Quinney, H. Arthur; Alterations in anaerobic threshold as the result of endurance training and detraining; Medicine & Science in Sports & Exercise: 1982

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here